Home Quem somos Legislação Estatuto Mensagem do Presidente Contato

São Paulo, 16 Dezembro 2018 - 20:13 PATRONATO ENAS BRASIL    Roma, 16 Dicembre 2018 - 23:13
Aposentadoria/Pensioni
- INPS
- INSS
- Acordo Internacional
Cidadania Italiana
- Orientação
- Traduções
- Trentini/Sammarinesi
Destaques
Notícias
Links Úteis
Informações
- Brasil
- Itália
bra
COMUNICATO: ELEZIONI DEL PARLAMENTO ITALIANO 2013
 
 
 
 

 Con Decreto del Presidente della Repubblica n. 226 del 22 dicembre 2012 sono state indette per il 24 e 25 febbraio 2013 le votazioni per l’elezione della Camera dei Deputati e del Senato della Repubblica.

In Italia le votazioni si svolgono presso i seggi nei giorni di domenica 24 febbraio (dalle ore 8,00 alle ore 22,00) e di lunedì 25 febbraio (dalle ore 7,00 alle ore 15,00).

All’estero, i cittadini italiani ivi stabilmente residenti, iscritti nelle liste elettorali della Circoscrizione estero, possono partecipare alle elezioni votando per corrispondenza. Essi votano per le liste di candidati presentate nella rispettiva ripartizione della Circoscrizione Estero.

A ciascun elettore residente all’estero, che non abbia optato per il voto in Italia entro il 3 gennaio, il Consolato competente invia per posta, entro il 6 febbraio, un plico contenente: un foglio informativo che spiega come votare, il certificato elettorale, la scheda elettorale (due per chi, avendo compiuto 25 anni, può votare anche per il Senato), una busta completamente bianca in cui inserire le schede votate, una busta già affrancata recante l’indirizzo dell’Ufficio consolare stesso, le liste dei candidati della propria ripartizione.

L’elettore, utilizzando la busta già affrancata e seguendo attentamente le istruzioni contenute nel foglio informativo, dovrà spedire SENZA RITARDO le schede elettorali votate, in modo che arrivino al proprio Consolato entro - e non oltre - le ore 16 (ora locale) del 21 febbraio.

Il voto è personale e segreto. E’ fatto divieto di votare più volte e inoltrare schede per conto di altre persone. Chiunque violi le disposizioni in materia elettorale, sarà punito a norma di legge.

L’elettore che alla data del 10 febbraio non avesse ancora ricevuto il plico elettorale, potrà rivolgersi al proprio Consolato per verificare la propria posizione elettorale e chiedere eventualmente un duplicato.

GLI UFFICI CONSOLARI SONO A DISPOSIZIONE DEI CITTADINI PER QUALSIASI ULTERIORE INFORMAZIONE

INFORMAZIONI DETTAGLIATE SONO INOLTRE  DISPONIBILI SUL SITO www.esteri.it

 

Com Decreto do Presidente da República nº 226 de 22 de dezembro de 2012, foram marcadas para 24 e 25 de fevereiro de 2013, as votações para as eleições da Câmara dos Deputados e do Senado da República.

 

Na Itália as votações serão realizadas nas zonas eleitorais no domingo, 24 de fevereiro (das 8hs às 22hs) e na segunda-feira, 25 de fevereiro (das 7hs às 15hs).

 

No exterior, os cidadãos italianos ali residentes permanentemente, inscritos nas listas eleitorais da jurisdição exterior, podem participar das eleições votando por correspondência. Esses cidadãos votam na lista dos candidatos apresentadas na respectiva repartição da Jurisdição Exterior.

 

A cada eleitor residente no exterior, que até 03 de janeiro de 2013 não tenha optado pelo voto na Itália, o competente Consulado enviará pelo correio, até 6 de fevereiro, um envelope contendo: uma folha com informações explicativas sobre como votar; a certidão eleitoral; a ficha eleitoral (duas vias para aqueles que já tendo completado 25 anos podem votar também para o Senado); um envelope em branco no qual deverão ser colocadas as fichas contendo os votos; um envelope já selado contendo o endereço da mesma Representação Consular e as listas dos candidatos da própria jurisdição.

 

O eleitor, utilizando o envelope selado e seguindo atentamente as instruções contidas na folha de informações, deverá enviar SEM ATRASO as fichas eleitorais com os votos, de forma que as mesmas sejam entregues ao respectivo Consulado até – e não após – às 16hs (horário local) de 21 de fevereiro de 2013.

 

O voto é pessoal e secreto. E’ proibido votar mais vezes e enviar fichas em nome de outras pessoas. Aquele que violar as disposições será punido segundo a legislação prevista em matéria.

 

O eleitor que até a data de 10 de fevereiro de 2013 não tiver recebido o citado envelope, deverá dirigir-se ao próprio Consulado para verificar sua situação eleitoral e, eventualmente, solicitar uma duplicata.

 

 

OS CONSULADOS ITALIANOS ESTÃO A DISPOSIÇÃO DOS CIDADÃOS PARA QUAISQUER ULTERIORES INFORMAÇÕES.  

 

INFORMAÇÕES DETALHADAS ENCONTRAM-SE TAMBÉM DISPONÍVEIS NO SITE WWW.ESTERI.IT